Direito Digital – Introdução a Advocacia com Ilícitos Cibernéticos

A tecnologia está impactando a advocacia digital?

Opa, tudo joia? Fernando aqui.

Direito digital indiscutivelmente é o tema do momento, principalmente direito digital e compliance, lgpd, marco civil da internet, dentre outros. Ontem mesmo tivemos uma importante votação que deu contornos a proteção de dados.

E os ilícitos cibernéticos? A cada dia vemos novas modalidades de crimes e novas formas de tutelar estes direitos. E o advogado? A advocacia naturalmente fica no meio disso tudo buscando entender melhor os efeitos do direito e tecnologia.

Além disso, você lê o marco civil da internet, faz pós graduação de direito digital, masss, o direito digital aplicado é outra história. Transcende e muito as teorias cogitadas pela academia.

Enfim, advocacia digital demanda uma coisa que só se entende na prática! É igual direito penal: na faculdade você pode ler todos os livros de direito digital, pode fazer uma pós, mas, se o conhecimento da advocacia na prática, exige um outro saber.

Este saber é nada mais nada menos do que, de fato, FAZER!!! E fazer implica em responsabilidade. Há quem diga que as pessoas possuem um bloqueio para fazer aquilo que nunca fizeram, ainda que, teoricamente, saibam o que pode ser feito. Se identificou?

Mas Fernando, o que encontramos nesta live sobre atuação com ilícitos cibernéticos?

Mas não fugindo muito do assunto, neste encontro falo sobre a prática com ilícitos cibernéticos e o que você precisa saber, INICIALMENTE, para atuar com segurança…

Então abordamos três pontos, em especial: 1)Registros Informáticos, 2)Provas (print screen, ata, blockchain) e 3) Atuação extrajudicial.

Esses 3 pontos são básicos e fundamentais para o sucesso na sua empreitada. Espero que este encontro agregue muito valor a sua advocacia. E se fez sentido pra você, aproveita e se inscreve no canal e claro, deixa lá o seu like como manifestação de interesse pelo tema.

Então, segue baixo o link do encontro, pode assistir aqui no blog ou clicando neste link:

Facebook Comments